Volume
Redes
Sociais
Uma nova voz no samba das montanhas
03/05/2018 - 12h23 em Música

Músico comemora o sucesso de seu clipe nas redes sociais - Foto:Vitor Maciel

Uma nova voz do samba saiu de Belo Horizonte para o mundo neste 1º de maio. É o cantor, letrista e compositor Rodrigo Brasileiro, que lança, nesta data festiva, seu primeiro videoclipe, “Desencana Zé”, um samba animado e cheio de ginga, que chega para desentediar, para espairecer, para distrair. Um antídoto contra a tristeza e o baixo-astral que rondam o dia a dia dos brasileiros, “Desencana Zé” surge como uma oportuna atração para o Dia do Trabalhador. “Fiz este samba com o desejo de levar às pessoas um pouco de descontração e alegria: é uma música contra a opressão, a obrigação, a desesperança, o sentimento de culpa”, resume o compositor. Rodrigo Brasileiro conta que escreveu este samba ao refletir sobre estes momentos duros, desagradáveis e tensos que vive o país. Precisamos restabelecer a força, a criação e a alegria, e novamente sorrir.

“Desencana Zé” é o primeiro videoclipe de Rodrigo Brasileiro, mas não exatamente sua estreia no mercado musical. Ele tem um CD publicado, “Memórias”, em parceria com o renomado instrumentista e compositor Warley Henrique, lançado em 2016.  Coautor de quase todas as músicas do disco, com Warley Henrique, Rodrigo dividiu a interpretação com outros cantores: sua voz aparece em apenas uma faixa. Com “Desencana Zé” Rodrigo Brasileiro se lança como autor completo de suas criações: assina as letras, as linhas musicais e também interpreta.

No entanto, o cantor e compositor faz questão de privilegiar o trabalho em equipe. “Gravei com grandes músicos, que contribuíram brilhantemente no resultado final”, ele conta. Na gravação de “Desencana Zé” participaram Robson Batata (percussão), Aloísio Horta (baixo), Ramon Braga (bateria), Leonardo Brasilno (trombone), Gustavo Monteiro (violão), o seu amigo de longa data Auzier Vinícius (solo de cavaquinho), Fernando Bento (cavaquinho e banjo), Manu Dias (voz forte no coro), e o pianista Christiano Caldas que atuou substancialmente também na elaboração dos arranjos. O próprio Rodrigo gosta de ressaltar a importância, neste momento, do trabalho em parceria com o arranjador, produtor musical e engenheiro de áudio Christiano Caldas, que com carinho e sensibilidade abraçou este passo.

Rodrigo Brasileiro nasceu em Brasília e mudou-se para Belo quando passou no vestibular para Engenharia Civil na UFMG. A aproximação do samba se deu nos encontros com os amigos e a paixão bateu quando mergulhou nas obras de compositores aquilatados como Paulinho da Viola, o “mestre e guru”, João Bosco, Zé Keti, João Nogueira, Arlindo Cruz, Mestre Pixinguinha, e até de sambistas mais populares, bem-humorados, como os ‘malandros’ Bezerra da Silva e Dicró. Essa afinação com os temas e os ritmos do samba o levaram a querer tocar cavaquinho. Foi quando conheceu um mestre desse instrumento, Warley Henrique, de quem se tornou parceiro. “Eu estava tomando aulas de cavaquinho com ele e um dia comecei a mostrar algumas coisas que estava escrevendo”, conta Rodrigo. O instumentista percebeu que os versos de Rodrigo davam samba e os dois iniciaram parceria. O trabalho resultou em “Memórias”, lançado em 2016. Rodrigo reconhece em Warley mais que um parceiro: foi também a pessoa que mostrou a ele o cenário do samba em BH. Rodrigo pretende finalizar a gravação, ainda este ano, de um disco de canções inéditas ao lado de vários músicos que participaram do CD “Memórias”.

Antes do lançamento do CD, que terá 9 ou 10 músicas, todas de sua autoria (ou coautoria com amigos) Rodrigo planeja lançar mais três videoclipes:  “Quando Apagarem-se as Luzes”, uma ode à humildade, um samba contra essa onda de vaidade que se vê por aí (previsto para lançamento no dia 1º de julho), “Pecados Capitais”, um samba alegre (para 1º de setembro) e um outro ainda em elaboração.

 

Assista: Rodrigo Brasileiro - Desencana Zé

www.youtube.com/watch?v=jOo66SR4TZ0&feature=youtu.be

Instagram: @rodrigobrasileirocomposicoes

Fanpage: www.facebook.com/RodrigoBrasileiroComposicoes/

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!